MODELO DE GESTÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA PARA INSTITUTOS FEDERAIS: UMA APLICAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL DE GOIÁS

Autor

Kepler Benchimol Ferreira

Orientador

Eliseu Vieira Machado Júnior

Co-Orientador

Acesso ao documento

http://repositorio.bc.ufg.br/tede/handle/tede/6386

Resumo

A presente dissertação visa apresentar um modelo de gestão estratégica e participativa para Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, construído a partir do referencial teórico sobre gestão estratégica, teoria do stakeholder, marco legal e modelos de gestão. Para a aplicação do modelo, escolheu-se o Instituto Federal de Goiás - IFG, cuja atuação se dá por meio de 14 campi distribuídos pelo estado de Goiás. Especificamente, objetivou-se: identificar e classificar os stakeholders do IFG; analisar o seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI); realizar um diagnóstico institucional da organização, a partir do modelo proposto; e refinar o modelo de gestão estratégica e participativa, com a sua aplicação. A metodologia desta pesquisa está delineada em quatro etapas, a saber: 1) pesquisa bibliográfica e documental; 2) apresentação dos elementos essenciais da gestão estratégica e teoria do stakeholder; 3) proposta de modelo de gestão estratégica e participativa; 4) aplicação do modelo, com estudo de caso e diagnóstico organizacional. Como resultados, apresenta-se a proposta de um modelo de gestão estratégica e participativa para Institutos Federais, aprimorado a partir de sua aplicação no IFG. Esse modelo poderá ser utilizado por essas instituições para o atendimento das exigências de credenciamento e recredenciamento do Ministério da Educação e para a elaboração do PDI, bem como para uma atuação estratégica e participativa, que considere as expectativas de seus diversos stakeholders na gestão da organização.